Cemitério do Prado do Repouso : estátua comemorativa aos vencidos do 31 de Janeiro

Documento/Processo, [191?] – [191?]


Aspeto geral do monumento, no Cemitério do Prado de Repouso, realizado pelo gravador de metais e escultor António de Carvalho Figueira e que se ficou a dever a Aníbal Cunha e António José de Almeida, diretores da Sociedade de Beneficiência 31 de Janeiro (Sociedade de solidariedade com os presos e suas famílias). Foi solenemente inaugurado a 31 de Janeiro de 1897.
António de Carvalho Figueira idealizara inicialmente a figura de uma "República esboçada", porque "justificaria a última jazida daqueles que haviam começado uma República que não puderam concluir". Maso artista morreu, muito novo, vitimado pela tuberculose, e a obra foi acabada por outros.

Ver em ecrã completo
  • Identificador 301687
  • Código parcial F.NV:FG.M:9:332
  • Arquivo
  • Produtor
  • Notas

    Características físicas: emulsão amarelada com espelho de prata nas extremidades.

  • Dimensões

    0,130 x 0,180 m; 1 negativo em vidro

  • Local de consulta

    Arquivo Histórico

  • Cota

    F-NV/FG-M/9/332