Lobo, Tomás António de Araújo. 1803-1885

Produtor, 1739 – 1868


Tomás António de Araújo Lobo nasceu a 23 de Janeiro de 1803, na freguesia de S. Nicolau, no Porto. Era filho de Alexandre António de Araújo Lobo e de Maria de São José Araújo. Iniciou-se na atividade comercial, seguindo a tradição familiar, junto do seu padrasto Francisco Fernandes de Sousa.
Em 1829 Tomás Lobo instalou-se no Rio de Janeiro. Aí conheceu D. Teresa Amélia Ferreira da Rocha com quem casou em 1831. Os seus três filhos - Tomás, António e Eduardo - nascem no Brasil.
Em 1835 regressou com a família ao Porto. Estabeleceu-se na Praça de Santa Teresa, dando continuidade aos negócios iniciados no Brasil. Comerciante e armador de navios durante todo o 2.º quartel do século XIX, Tomás Lobo retirou-se desta atividade em 1865, dedicando-se a partir de então à gestão de propriedades que entretanto adquirira. Desempenhou cargos de relevo na Associação Comercial do Porto e na Câmara Municipal do Porto.
Morreu em 21 de Janeiro de 1885.

  • Tipo de entidade Pessoa

  • Código parcial TAL
  • Data de produção 1739 – 1868
  • Data de existência 1803 – 1885
  • Dimensão e Suporte

    25 metros lineares

  • Fonte imediata de aquisição e transferência

    Doação ao antigo Gabinete de História da Cidade pelas bisnetas de Tomás António de Araújo Lobo – Arminda Nunes de Matos Oliveira Lobo, Elisa Nunes de Matos Oliveira Lobo e Maria Júlia Nunes de Matos de Oliveira Lobo - em 1964.

  • Língua
    Portuguese